terça-feira, 7 de abril de 2009

"A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte."

Liguei pra transportadora hoje. Nossa encomenda dos CD's chega até quinta no máximo! A moça que atendeu garantiu, hehehe... Não vejo a hora de o CD chegar e começar a viajar, ir pra São Paulo e divulgar nosso trabalho por lá! 

Infelizmente por aqui a gente sabe que não consegue nada. As bandas que já conseguiram seu espaço são muito boas, não tiro mérito de nenhuma e gosto muito delas. Mas o público, na cidade, pro rock é escasso... O que dizem por aí de a preferência carioca e fluminense (arredores da capital do Rio e interior, como no nosso caso) ser funk, samba e pagode é completamente verdade, hehehe... Ontem um colega nosso disse estar em SP e garantiu que lá sim é a cidade/estado do rock e que o Rio não tem salvação pra isso, "tá ferrado", hahahaha... Achei muito engraçado, mas num deixo de concordar! 

Pra piorar a situação artista independente ou tem que ser rico, ser patrocinado por empresas privadas (nenhum dos dois é nosso caso) ou depender do governo... Tá certo que a gente conseguiu fazer tudo com o nosso esforço, ‘dindim’ de festivais, apoio de família, amigos e fãs da banda. 

Mas existe, aqui em Volta Redonda, uma Lei de Incentivo à Cultura. E desde junho de ano passado estamos sem resposta alguma sobre o projeto que enviamos! Por isso decidimos fazer o CD por conta própria. Mas ficamos meio iludidos, né, porque pareceu a luz no fim do túnel, saber da existência dessa Lei! 

Enfim, Acontece que muitos artistas aqui na cidade estão descontentes e insatisfeitos com o trabalho da nossa Secretaria de Cultura. No início do ano, antes do carnaval, foi feita uma reunião com alguns artistas da cidade, com a Secretaria de Cultura e o prefeito falando sobre as propostas e, porquê não, promessas para a cultura desse ano. Sobre a verba que seria liberada para investimentos em arte... Mas a Secretaria continua tratando com descaso os artistas. O Guga, da banda Amplexos, por exemplo, marcou uma reunião com nosso Secretário (Moa), para saber sobre a verba do projeto deles, já aprovado, com uma semana de antecedência, já que não conseguia encontrá-lo. Passou a semana confirmando o horário do encontro. E no dia combinado, qual foi a surpresa? O Secretário não estava. 

No caso da D'HanKs, assim que entreguei o projeto fui praticamente convidada a ligar de semana em semana para saber se havia sido aprovado ou não. Até saber, logo após as eleições municipais do ano passado, que em 2008 não sairia mais nada mesmo, inclusive os que já tinham sido aprovados. Aí corremos atrás por conta própria, pra lançar o CD em 2009. Bem, até hoje eu não sei se nosso projeto foi ou não aprovado, hehehe... Eu sei que não somos os únicos artistas de Volta Redonda, mas acredito que uma melhor organização poderia agilizar o processo... 

E concordo com o Guga sobre o mau tratamento. As únicas pessoas que conversaram comigo igual "gente" e não como um bicho por lá foram a recepcionista e um homem contratado esse ano. 

Durante a semana passada, alguns artistas, sob o "comando" da Amplexos, causaram um rebuliço total ao fazer parte de uma notícia de um jornal local, o "Aqui". O fato é que na reportagem eles teriam declarado Guerra à Secretaria e estariam pedindo a cabeça do Secretário em uma bandeja de prata. 

Exagero total, na minha humilde opinião. Por quê? Porque, como o Rogério disse (na reunião que aconteceu domingo passado, com alguns artistas da cidade para definir o que podemos fazer sobre a política cultural da cidade): existe uma inversão de valores muito grande (em várias áreas, como cultura, saúde, educação) – eles pensam que estão fazendo um favor para nós. Além disso, a cultura não é vista como um bem importante pra população, a ponto de nos fazer pensar e desenvolver melhor nossa mente. É tida apenas como entretenimento. A verdade é que a arte contribui para uma cidade melhor. Sendo assim, com esses pensamentos, não adianta nada chegar e simplesmente trocar de Secretário, pois provavelmente outro seria apontado, com os mesmos pensamentos, para ocupar o lugar. 

No nosso ponto de vista, e, graças a Deus, assim foi definido ao fim da reunião, precisamos unir os artistas da cidade e elaborar uma pauta de reivindicações para ser encaminhada à Secretaria de Cultura. A partir daí será sugerida a criação de um Fórum Municipal de Cultura, para os artistas estarem mais ativos dentro dos acontecimentos na Secretaria, fazendo sugestões e críticas diretas. Nós só queremos participar para a melhoria da Cultura. E não é com guerra que conseguiremos isso! Enfim, na reunião de domingo, ficou decidido um novo encontro dia 20/04/09, às 20h, na Câmara Municipal, para organizar melhor essa idéia toda. =) 

Resumindo minha posição: Rebeldia não leva a nada. Mas se nos organizarmos e fizermos protestos conscientes, com sentido, com base, eu topo e apoio 100%. Nós já estamos cansados de saber que política "é assim mesmo, promete não cumpre", infelizmente. Porém não custa juntar forças e tentar mudar isso... Desistir e deixar como está é muito mais fácil mesmo. Mas nada é fácil! Se tudo for bem planejado, eu ainda sou do tipo de pessoa q acredita q possa haver mudanças! Eu ainda sou do tipo q acredita no bem sincero dentro das pessoas... E é só isso que eu quero com toda essa história: acreditar q possa haver melhorias. Ninguém aqui quer difamar o que a secretaria já faz, acredito, como palco sobre rodas, shows, entre outros. São coisas divertidas de fato, a população precisa disso. Mas existem outras coisas a serem debatidas e conquistadas. Quem vive de arte ou gostaria de viver dela é completamente apaixonado por isso e tem consciência das dificuldades. Sabe o quanto vai ter q batalhar por conta própria e por patrocínios. Mas também sabe que existem leis federais, estaduais e/ou municipais q garantem apoio... 

Arte é a forma de expressão mais bela do ser humano... Comove, mexe com as emoções, faz pensar... Por isso, acredito q seja válido lutar pra q tudo seja feito de forma justa. Pra que os artistas recebam o apoio garantido por lei, levando toda essa emoção a quem de repente não tem condições de pagar por seus próprios projetos ou (no caso de quem não produz arte) a quem não tem condições de assistir belos trabalhos em quaisquer áreas artísticas. 

Torço muito pra que tudo melhore em Volta Redonda. Mas, por enquanto, o plano é juntar os trapos e partir pra São Paulo, pq lá o rock pelo menos ainda existe, pelo que me foi dito, hehehehe... ;) 

 “A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte.” (Comida – Arnaldo Antunes).

Link indicado para leiturahttp://www.medioparaiba.com.br/revista/noticia.php?l=cf9726410a51a92be91778fd8767268a (Cultura se Faz Assim - Sérgio Pereira, VR, RJ)

Bjok'x e até o post de chegada do CD, se Deus quiser, hehehe! aNGeLHanKs

4 comentários:

Rogério disse...

É isso aí Angélica..."Desistir é bem mais fácil do que chegar ao fim..." Já escutei isso em algum lugar hehehe

Mas é isso aí vamos nos mobilizar e torcer para esse povo nos ouvir

Banda D'HanKs disse...

Com o perdão do plágio, Gério. Ah, plágio é o caramba, meu nome tá lá na composição tb, EHAIEHIAHEIAHEI...
Bjok'x ;)
aNGeL

Daniel disse...

As coisas seriam bem mais fáceis a nível político se houvesse menos burocracia... como eu sempre digo, "a vida é uma merda, mas já estamos nela...!"
Sobre Volta Redonda... já te contei, Angel, que em são luis minha escola trazia show's como sepultura e angra? hehehe! e na propria escola toda semana tinham milhare d shows d bandas d alunos e amigos... tdas bandas d rock... Volta Redonda me fez parar d usar preto... e ate parar d usar minhas blusas do metallica! =~
eu precisava bjar na boca... e poucas aki tbm se vestiam d preto whahwhawh! =)

Renan FOCA disse...

Concordo plenamente com o texto e acho tb q, além d Volta Redonda ser uma cidade do interior que não tem muito espaço para boa música, os músicos q vivem aqui tinham q ser mais unidos, pois sempre q vejo uma divulgação de banda, seja ela qual for, tem sempre alguém q se diz músico dizendo q a banda é ruin de forma pejorativa ou criando tópicos “banda x banda”.
Afinal música é uma arte e não um esporte.
D’Hanks na véia hehehheh fuizzzzzzz